29 de set de 2008

Eleição!!!

Meus amigos!!! Não é fácil pensar que deixamos de lado os momentos doces e românticos da vida. Dia destes tentei lembrar de como eu era quando achava que ser boazinha valia mais a pena... Juro que não consegui recordar de muitos fatos e muito menos dos detalhes destes.
...
Quando inicia a fase de eleição todas se tornam incríveis entendedoras partidárias e de ética. Conselhos absurdos sempre aparecem. Aqueles sem entendimento algum e totalmente sem nexo. Época de eleição me lembra a competição: momento da abordagem, conquista e cafajestagem.
...
Podemos começar visualizando o cenário político por um todo. (((Pensem em você chegando em uma boate cheia, lotada, aquela lama mesmo. Antes de sair, colocou aquela roupa nova para criar a sua melhor imagem. A primeira vista percebe que tem só ‘Chumbo’ competindo com você. Sentimento de alívio aparece, e o largo sorriso permite circular. Pensamento: Vitória certa!! Depois um pouco mais preocupada, conclui que, então não terá muito por quem disputar... Enfim... Chegou Uma... Aquela era por quem você esperou por toda sua pré-eleição, melhor dizendo, toda sua noite.))). Para que você, “a nossa candidata”, possa ganhar tem que deixar claro que os seus atrativos são condizentes com o que a eleitora deseja para votar. Não se esqueça!!! Propaganda é essencial, tem que se tornar visível. Todas as outras ‘Chumbo’ têm que divulgar e falar de você. Às vezes, até temer você. Chegar e estar sempre no foco. Mostrar que todas gostam, distribuir santinhos sorridentes e principalmente deixar sempre claro que você está na competição. E que as queridas concorrentes, elas com certeza, irão perder. Pesquisa de opinião, antes da abordagem, permite certa tranqüilidade e garantia de vitória.
...
Vocês já repararam como (((por incrível que pareça, e quando Deus está de bom humor))) aquelas candidatas mais estranhas, com estratégias bizarras, que gritam para chamar a atenção, muitas vezes podem acabar saindo na vantagem? (((Juro que não entendo!!!))) Quem nunca chegou com toda a porcentagem que garante a vitória e na hora da leitura do voto acabou por sair antes do segundo turno? Quem não se pegou observando descaradamente os conceitos das adversárias para atacar os devidos pontos fracos? (((E por favor, quem nunca estudou representantes de partidos de oposição, para passarem a garantia às amigas de que elas não podem eleger aquela ‘número tal'?))).
...
O ambiente externo se modifica praticamente todos os dias. Tem noites que tal 'tipo' esta em total evidência, e outras em que este mesmo 'tipo' passa sem ser ao menos notado (((tudo bem que a evidência muitas vezes, dependendo do eleitorado, pode ser pior do que a falta de destaque... Meus amigos... Volto a dizer.... Santa Petulância!!! ))).
...
Vamos discutir os Partidos... Partidos pequenos teoricamente têm menos chance de vitória, porém cada candidata deve se destacar da sua maneira e conseguir arrumar a simpatia de todas as indecisas. As grandes alianças, aquelas que incluem nomes de peso (((leves também))) e/ou boas propostas têm sempre mais credibilidade e aceitação. Partidos que cantam sempre a mesma música-tema podem ser motivo de falta de respeitabilidade. Então cuidado na hora de sair se filiando com qualquer um por ai a fora.
...
Me respondam também. Quem nunca chegou na fila, recebeu aquela ilegal boca de urna e acabou modificando a intenção de voto naquele instante? E quando perguntamos ao mesário caso não gostarmos 'daquela' imagem da foto em movimento, se poderá ocorrer a anulação do voto em seguida? E quem nunca perguntou indeciso às amigas em qual que se deve votar?
...
É pessoal... Pegação e votação são coisas sérias! As propostas devem ser analisadas com calma. Pequenos erros no passado podem comprometer toda a sua trajetória futura. Vale lembrar que o voto é secreto, e que nem suas melhores amigas sabem ao certo qual decisão você tomou.
...
Advirto: Pensem com cuidado. Pois quatro anos é muito tempo para depois se arrepender. E torne-se segura de que as suas escolhas são as certas. Nem sempre na próxima eleição a candidata que esta te dando mole estará lá concorrendo novamente para você votar....!!!!

3 comentários:

Coração Vulgar disse...

Nossa, o texto ficou fantástico...
Uma analogia do ato de eleger um candidado à caçada da noite...

O pior que 4 anos é a ressaca moral, o arrependimento que duram muito mais que 4 anos...

Fiz merda votando, fiz merda pegando, arrependi para sempre!!!

hehehehe

Murta disse...

"É pessoal... Pegação e votação são coisas sérias! As propostas devem ser analisadas com calma. Pequenos erros no passado podem comprometer toda a sua trajetória futura."

"E torne-se segura de que as suas escolhas são as certas. Nem sempre na próxima eleição a candidata que esta te dando mole estará lá concorrendo novamente para você votar....!!!!"


AS MELHORES PARTES! hahahaha

Adoreiiii!!!

Sdref disse...

Morri!!! Anos com o candidato errado já eleito é phodda!!! E sim, santa petulância!!! Frase do momento! adorei!!!
bjsss